Publicado por: Prótouro | 3 de Fevereiro de 2019

O Sociólogo Trafulha e o Sonho Delirante da UNESCO

Luís Capucha em entrevista à infocul afirmou que o projecto para a candidatura da tauromaquia a património cultural imaterial de Portugal deverá estar pronto no fim do ano.

Esta afirmação foi feita no final da inauguração do busto repugnante do tauricida José Júlio busto esse, que foi pago pela autarquia de Vila Franca de Xira.

luis capucha vfx

Afirmou ainda o tipo que produz estudos fraudulentos sobre tauromaquia que e citamos:

“O projecto para a candidatura da Tauromaquia a Património Imaterial Cultural de Portugal deverá estar pronto no final deste ano e depois iremos junto com Espanha, França e outros, actuar junto da UNESCO, que será uma outra batalha, um passo a seguir.”

Portanto o fulano está convencido que a Direcção Geral do Património Cultural vai aceitar a inventariação, quando tal jamais acontecerá, porque mesmo que este país seja uma vergonha no que respeita à tauromáfia ninguém se atreverá a aceitar semelhante obscenidade.

E o grunho é tão ignorante que refere França desconhecendo que a mesma retirou a tauromaquia do inventário de património cultural imaterial.

A tauromáfia continua a sonhar que a UNESCO aceitaria incluir no património cultural imaterial algo tão bárbaro e cruel como a tauromaquia, algo que ao invés de unir os povos os divide o que prova que nunca devem ter lido a Convenção Para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial.

Vai sonhando vai porque tal por enquanto ainda não paga impostos!

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Só pode ser mesmo um desejo delirante desse senhor Capucha pretender que a UNESCO reconheça a Tauromaquia como “património cultural imaterial de Portugal”, quando a mesma organização condena as touradas na sua Declaração de 1980 dizendo que: “A Tauromaquia é a terrível e venal arte de torturar e matar animais em público, segundo determinadas regras. Traumatiza as crianças e adultos sensíveis. A tourada agrava o estado dos neuróticos atraidos por estes espectáculos. Desnaturaliza a relação entre o homem e o animal, afronta a moral, a educação, a ciência e a cultura”…

    Será que esses senhores da Protoiro ainda não entenderam que estamos no século XXI e que esses espectáculos sangrentos e violentos não têm mais lugar nas sociedades evoluidas e civilizadas de que Portugal pretende fazer parte?


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias