Publicado por: protouro | 23 de Novembro de 2017

Aficionados Ingratos

De acordo com o Alvarenga o tal que clama que é o blogue tauromafioso nº1, os aficionados ficaram muito revoltados, porque o Campo Pequeno contratou o Carlos do Carmo para o espectáculo que encerrou os 125 anos de comemoração da chacina de bovinos.

A revolta tem origem em dois factos:

1º O dito cujo é comunista;

2º Nunca cantou um fado que mencionasse touradas.

Quanto ao segundo facto, não sabemos se o Carlos do Carmo alguma vez cantou sobre touradas já que não somos fãs do seu estilo musical, mas já quanto ao primeiro ou seja o facto de ser comunista é no mínimo hilário.

Todos nós sabemos que a grande maioria dos aficionados ou são monárquicos ou fascistas e daí odiarem o comunismo, no entanto, se esta gente tivesse dois neurónios funcionais saberia que os comunistas que eles tanto odeiam, são os primeiros na Assembleia da República a votarem contra tudo o que possa beliscar a tauromaquia e o mesmo acontece nas autarquias que lideram porque segundo eles respeitam as “tradições populares”.

Uma vez mais os tarados dos aficionados mordem a mãozinha daqueles que vergonhosamente os apoiam de toda a maneira e feitio. Cambada de ingratos!

E já agora se em vez de comerem touradas ao pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar e ceia tivessem lido a entrevista feita a Carlos do Carmo pelo “Diário de Notícias”, saberiam, que o mesmo afirmou, que quando era pequeno o pai o levava a assistir a touradas e em nenhuma parte dessa entrevista o mesmo disse que era contra as mesmas porque obviamente, como comunista que é e devido à lavagem cerebral que sofreu, segue religiosamente as directivas do partido ou seja respeitar tradições sangrentas!

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Isto dava pano para mangas… As distrações do Alvarenga dão sempre.
    Mas não se confunda Comunismo com o pcp ou Comunismo com URSS ou China ou outros apontamentos da CIA. O pcp compactua com o clero e com os regentes caciques e com os tauricidas. Estão-se nas tintas para o povo, querem é manter os tachos, marimbam-se em ti e em mim, porque não querem saber de quem não os sustenta. Por isso estão do lado do latifundio taurino, no desperdício desleixado. Comem da mesma gamela, bebem do mesmo suor e do mesmo sangue, do que bebem os da tauromáfia. Oram juntos para que não se acabe a mama.
    Fado tradiçional…. Fica para outra ocasião.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Categorias