Publicado por: protouro | 19 de Agosto de 2017

“Vianenses pela Liberdade” Voltam a Levar Pontapé no Traseiro

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga recusou ontem, uma vez mais, a providência cautelar interposta pelo movimento “Vianenses pela Liberdade” para a instalação de uma praça de touros ambulante na freguesia de Meadela, Viana do Castelo.

O tribunal considerou totalmente improcedente a injunção por falta de fundamentação, já que no seu entender, não houve violação de direitos fundamentais de acesso à cultura e de livre iniciativa económica consagrados na lei fundamental. Mais, considerou também, que não foram usadas manobras dilatórias em violação dos princípios da justiça, da imparcialidade e da boa-fé.

O tribunal considerou ainda que face aos factos apurados a pretensão do movimento foi recusada pela autarquia, porquanto, o terreno no qual a praça seria instalada não reúne as condições necessárias de segurança.

O movimento da treta, teve ainda a distinta lata de alegar,  que a autarquia de Viana do Castelo tem  para com o dito cujo uma atitude persecutória algo que o tribunal não tomou em consideração  por falta de fundamentos e bem, porque todos nós sabemos quem é que tem uma atitude persecutória não é verdade!?

Uma vez mais, Viana voltará a celebrar as suas festas anuais, sem derramamento de sangue, graças também à atitude do presidente da câmara atitude essa, que desde já felicitamos.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias