Publicado por: protouro | 25 de Agosto de 2016

A “Arte” de “Arriscar” a Vida

Os aficionados são peritos em afirmar vezes sem conta que a tauromaquia é uma “profissão” de risco e que os tauricidas arriscam a vida nas praças de tortura no entanto, as fotos que se seguem, provam exactamente que as bestas não correm qualquer risco bem pelo contrário.

Este cepo estoqueou o animal e depois pirou-se a sete pés.

morante 1

Mas como tinha que o matar nada como “arriscar” a vida tentando fazê-lo escondido atrás da trincheira.

morante2

O “artista” é nem mais nem menos que Morante de la Puebla que ganha uns bons milhares de euros sempre que tortura e mata bovinos e que é considerado pelos aficionados como um dos mais reputados tauricidas espanhóis.

Os acontecimentos que demonstram a “valentia” deste energúmeno tiveram lugar no dia 18 na praça de touros de La Malagueta, Espanha.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Que dizer?


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias