Publicado por: protouro | 15 de Maio de 2016

Cambalachos Tauromafiosos

O mundito tauromafioso está em ebulição devido ao facto do ex-forcado João Miguel Salvação ter revelado que um conceituado empresário tauromáquico exigiu a quantia de 1.500 euros a um grupo de forcados para pegar numa tourada.

joao miguel salvacao

Ao que parece a prática é comum e o tal empresário não é único já que vários aficionados comentam no Facebook que outros empresários fazem o mesmo.

E claro, como seria de esperar, o cobarde sim porque todos os abusadores de animais são cobardes, não os teve no sítio para dizer alto e bom som o nome do dito cujo.

Ora tendo em conta que embora existam muitos empresários tauromáquicos neste país (basta um tipo organizar uma tourada para ser considerado como tal) nem todos no mundinho são considerados conceituados, assim sendo, o tipo em questão, poderia ser Paulo Pessoa de Carvalho presidente da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos (APET) já que devido ao poder e à posição privilegiada que detém, não teria qualquer problema em fazer tal exigência porque saberia à partida que ninguém teria tomates para o denunciar em praça pública.

A tauromaquia é um negócio de malfeitores cujo único objectivo é enriquecer à custa da tortura e morte de seres sencientes e se tal obscenidade, ainda perdura hoje em dia, tal deve-se ao facto, de termos no parlamento vários deputados que não têm qualquer problema em serem corrompidos por esta máfia!

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias