Publicado por: protouro | 4 de Março de 2016

Dois Parasitas Aficionados da Barbárie Tauromáquica

João Soares o novel Ministro da Cultura reconhecido aficionado decidiu dar um tacho ao seu amigalhaço Elísio Summavielle oferecendo-lhe de bandeja a presidência do Centro Cultural de Belém.

O percurso destes dois vem de longe já que Summavielle trabalhou com João Soares na autarquia de Lisboa e é maçon da loja João Soares. Para além disso foi também secretário de estado da cultura no governo de Sócrates e director-geral do património cultural.

joao soares e elisio summavielle

Summavielle além de ser aficionado ferrenho é também um ignaro que não tem qualquer pudor em fazer afirmações tão “cultas” como as que se seguem:

“Desde pequenino que vou à festa. E acho que é dos poucos momentos nas nossas apagadas e vis tristezas em que as pessoas estão alegres e bem dispostas.
Eu sinto a festa como um património imaterial que é, de facto. Não podemos ignorar a festa taurina. O forcado não mata nada, apanha pancada, mas é uma especificidade nacional. As corridas de corda na Terceira são uma festa fantástica”.

Pois é desde pequenino que vai à festa (leia-se matança) provavelmente levado pelo seu avô materno que foi quem fez a praça de touros da Moita.

Dois incompetentes que ao longo da vida mais não têm feito que encher os bolsos roubando o lugar a pessoas idóneas com provas dadas na área cultural.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Mais uma vergonha nacional perante a apatia deste povo de ‘zombies’.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias