Publicado por: protouro | 26 de Janeiro de 2016

O Disco Riscado dos Aficionados

Paulo Vilela Raimundo escreveu um artigo no “Azores Digital” intitulado “O preço de se ser genuíno”.

paulo vilela raimundo

Entre vários considerandos sobre tradições, passado cultural e etc, afirma o mesmo e citamos:

“A tauromaquia é uma actividade intrinsecamente cultural e que ainda se mantém disseminada um pouco por todo o nosso país, com especial abrangência na ilha Terceira, tendo resultado de práticas ancestrais de jogos de guerra, onde se valorizava a destreza e a bravura, no confronto entre a força do nobre animal e a inteligência do garboso oponente”.

Como sempre a “inteligência” dos aficionados é tal que continuam sistematicamente a bater na mesma tecla a da suposta tradição, a da falsa cultura e por aí fora sem conseguirem compreender que estes argumentos estão mais que estafados e não colam.

Jogos de guerra, destreza, bravura, confronto entre a força do nobre animal e a inteligência do garboso oponente! Haja paciência para tanta diarreia mental!

Um artigo da treta que foi escrito única e exclusivamente para felicitar a Tertúlia Tauromáquica Terceirense pelos seus 50 anos de existência.

O que o autor do mesmo convenientemente esqueceu é que esses parasitas da tertúlia só celebram os tais cinquenta anos graças aos subsídos pagos por todos nós!

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias