Publicado por: protouro | 25 de Setembro de 2015

Aficionados Manipuladores e Arrogantes

Os aficionados insistem em propagar mentiras descabeladas com a única finalidade de confundir aqueles que são indiferentes ao espectáculo macabro.

A propósito de uma moção do PAN – Pessoas Animais e Natureza aprovada na Assembleia Municipal de Lisboa, a APET- Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos emitiu um comunicado arrogante onde entre várias asneiradas chega ao ponto de invocar a Constituição da República Portuguesa.

comunicado da apet

Mas quem é que a APET julga que é para afirmar que não consente atropelos à liberdade cultural dos aficionados e cidadãos portugueses?

Um bando de descerebrados que não consegue perceber, nem à martelada, que torturar um animal numa praça pública não é criação cultural antes pelo contrário é uma aberração e quem o faz e quem assiste só pode ser débil mental. Por outro lado, não conseguem compreender, que a liberdade que eles tanto apregoam termina quando a liberdade de outrém está em causa ou seja, a liberdade dos touros e dos cavalos não serem submetidos a tortura e mortos.

Parem lá de invocar a Constituição porque e voltamos a repetir jamais esteve no espírito do legislador considerar como criação cultural a carnificina de animais para entertenimento de uns quantos.

Moção do PAN

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Invocar as ´liberdades democráticas’ e a ‘cultura’ para perpetuar e justificar a tortura de Animais (não humanos) seria ridículo se não fosse trágico. Estes indivíduos desesperam porque sabem que o ritual macabro a que eles chamam ‘espetáculo tauromático’ está condenado, num futuro que desejamos esteja próximo, ao ‘caixote do lixo da história’.

    Sempre condenei, e volto a condenar, a Igreja Católica pela sua posição (com algumas honrosas exceções) em relação aos Animais (não humanos).

    Já repararem que os fanáticos religiosos como Marcelo Rebelo de Sousa revelam total indiferença pelo sofrimento dos Animais (não humanos)?

    Foi este mesmo Marcelo que, numa das suas ´palestras´, criticou a Uinião Europeia por ter emitido uma diretiva sobre as dimensões mínimas das gaiolas em que se torturam os fracos destinado ao consumo.

    • Victor tudo o que o sai da boca do Marcelo não nos surpreende.

    • Uma das partes incríveis é a ideia de alguns de que o tempo vai voltar atrás e que além de salvarem a tauromaquia ainda a vão voltar a ver igual ao que foi nos anos de chumbo. Eles sabem e muitos dizem que as touradas estão para acabar em breve, que a fantasia terá o seu fim. Só pedem que não seja por imposição legal (a abolição), conseguida pelos Anti-touradas. Isso é mesmo o que eles não querem, que seja reconhecida a fraca qualidade psíquica das pessoas que aplaudem carrascos de bovinos e tortura de equinos.

      Pensei gostar de touradas até ver a primeira a cores na tv.
      Desde essa noite que quero que acabem. Entretanto tive respostas para todas as questões.

      Agora vamos-nos juntando, já longe vai o tempo em que tantos se julgavam sós na aversão e sofrimento. E agora o movimento solidifica-se por todo o lado e registam-se vitórias. A tauromaquia nunca se viu tão acossada, não estava à espera de ser lidada pela sociedade.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias