Publicado por: protouro | 4 de Setembro de 2015

Summavielle o Historiador Ignaro

Elísio Summavielle historiador, político e aficionado publicou um artigo no jornal “ionline” intitulado “DesVITALização” onde arremete contra Vital Moreira.

O historiadorzinho não gostou que Vital Moreira qualificasse as touradas como a barbárie da tortura dos animais para gáudio do sadismo público e como se considera altamente “qualificado” para interpretar leis decidiu pasmem-se atacar um constitucionalista reputado com a constituição.

elisio summavielle em ferra

Escreve o petulante e citamos:

“Em boa harmonia com esta memorável silly season, o prestigiado constitucionalista Vital Moreira resolveu dar um ar da sua graça, ao ser noticiada nestas páginas a sua cruzada para acabar com as corridas de toiros em Portugal, qualificando-as como “a barbárie da tortura dos animais para gáudio do sadismo público”. Homem de leis, indigna-o não haver um tribunal com “a coragem de proibir estes espectáculos de degradação humana” e exige a sua extinção por decreto, qual rainha D. Maria II, que assim o fez durante nove meses, sendo depois obrigada a recuar pelas cortes e por imperativo… constitucional. Longe de mim recordar a História a um constitucionalista republicano e democrata, nada disso. Cada um é livre de dizer e propor os disparates que quiser, mas não o é para insultar ou ofender a liberdade do seu semelhante, tal como está consagrado (hélas!…) na Constituição da República.

Assim, perante tal estado de intolerância, não perderei um minuto sequer a debater o tema. Mas porque nunca me escondi nem me tenho por “bárbaro” ou “sádico”, só me atrevo a aconselhar ao ilustre constitucionalista uma leitura da chamada “Convenção de Faro para o Património Cultural” (Conselho da Europa, 2005), ficando assim bem claro que nunca partilharei com ele qualquer happy meal no McDonald’s. E sim, tenho o maior gosto em me juntar solidariamente à “barbárie” dos “sádicos” Welles, Almodovar, Goya, Picasso, Dali, Pomar, Siza, Lorca, Hemingway, Cela, Cocteau, Marquez, Llosa, Redol, Álvaro Guerra, Amália, Alzira Seixo, Alice Vieira…

É-me vital”.

Sempre os mesmos argumentos de caca para tentar defender o indefensável, porquanto, nem a tauromaquia é património cultural nem a liberdade de assistir a espectáculos de sadismo público é um direito consagrado na Constituição da República.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Ilísio Sumavielle:
    “Cada um é livre de dizer e propor os disparates que quiser, mas não o é para insultar ou ofender a liberdade do seu semelhante, tal como está consagrado (hélas!…) na Constituição da República.”

    Efectivamente é verdade !! Se tal não fosse permitido pela C. R. o sr. não teria escrito o que escreveu !!!
    A tourada é BARBÁRIE e ESPECTÁCULO SÁDICO !! E deixe de nomear como apoiantes da tourada alguns mortos e outros velhos do Restelo que, se ainda vivessem, muito provavelmente já não apoiariam aquela barbárie !!
    Porque, se formos pôr nos pratos da balança, as figuras de relevo que apoiam e as que não apoiam, garanto-lhe que o prato dos não apoiantes ficava MUITO MAIS PESADO: José Saramago, Maestro Vitorino de Almeida, Ruy de Carvalho, Rodrigo Guedes de Carvalho, Vital Moreira, Rita Blanco, Luis Goucha, Isabel A. Ferreira, Nuno Markl, Pedro Passos Coelho, EU !!!
    E não digo mais nomes porque não quero que perca mais tempo e não chegue a tempo á próxima tourada, onde, certamente estará presente a apoiar mais uma BARBÁRIE !!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias