Publicado por: protouro | 19 de Junho de 2015

Crueldade Colide com Liberdade

Os aficionados insistem em afirmar que assistir a touradas é um direito que têm, e quando confrontados com o facto de que ninguém tem o direito de fazer sofrer um animal para divertimento replicam que o que está em causa é a sua liberdade.

Que liberdade meus senhores, a vossa liberdade termina quando é posta em causa a liberdade de outrém, neste caso, a liberdade dos bovinos continuarem nos seus pastos ao invés de serem bandarilhados e estoqueados numa qualquer praça de touros.

Quando a “prótoiro” publica fotos em que afirma que as touradas são cultura, liberdade e identidade é o mesmo que dizer que os aficionados cultivam a ignorância e que a única coisa com que se identificam é com tortura e morte.

E várias imagens valem mais que mil palavras para provar a ignorância desta gentalha.

Joaquim Grave

Juan Pedro Domeq

Talavante

E é este tipo de gente, que compra políticos que se vendem a preços de saldos, recebendo em contrapartida, apoios milionários para perpetuar a indústria obscena em que chafurdam a indústria do sangue e da morte.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Aberrações!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias