Publicado por: protouro | 5 de Maio de 2015

UNESCO Mania

Em 2005, um grupito de “intelectuais” aficionados, teve a “brilhante” ideia de querer candidatar as touradas a património cultural e imaterial porque segundo os tipos, a tauromaquia cumpre com os critérios definidos no art. 2º da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural e Imaterial.

Com base nessa ideia irracional, várias aldeolas e vilórias nos países que ainda permitem as selvagens touradas, desataram a declarar a tauromaquia como património cultural e imaterial acreditando, que com tais declarações, fortaleceriam a possiblidade da UNESCO aceitar tal candidatura.

E como uma estupidez nunca vem só, de imediato os aficionados de outras barbaridades como touros de fogo, touros ao mar, touradas à corda etc., juntaram-se ao grupito e agora todos querem que a tortura de animais seja em praças de touros ou nas ruas seja declarada património imaterial da humanidade.

Só para darmos um exemplo desta obsessão, os aficionados açorianos das touradas à corda continuam a gastar rios de dinheiro para promover as mesmas com a finalidade de obterem tal declaração da UNESCO.

barbarismo touradas a corda

O que esta gente não consegue perceber é que por muito que tentem, a UNESCO jamais declarará a tauromaquia ou as chamadas “festas” populares com touros património imaterial porque tal colide não só com os princípios da Convenção, como com o articulado no artigo atrás referido que no seu número 1 estabelece que para os efeitos da convenção, só será tomado em consideração o património cultural imaterial que seja compatível com os instrumentos internacionais de direitos humanos existentes, bem como a exigência de respeito mútuo entre comunidades, grupos e indivíduos.

Respeito mútuo entre comunidades, grupos e indivíduos deve ser interpretado como um factor de unidade, algo com o qual todas as pessoas se identificam ora quando se trata de tauromaquia e quejandos, todos nós sabemos, que uma minoria está a favor e uma maioria está contra o que significa desde logo que estas práticas não preenchem o estipulado no referido artigo.

Insistir em candidatar algo que não têm pernas para andar, só demonstra, a falta de inteligência desta gente que mesmo estando ciente de tal facto, continua a gastar o dinheiro dos contribuintes nestas parvoeiras!

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Apoiado pelo PP espanhol, já nada me estranha…. http://ccaa.elpais.com/ccaa/2012/07/01/madrid/1341169585_005137.html

    • Esperemos que amanhã sejam varridos do mapa nas eleições autonómicas e municipais.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias