Publicado por: protouro | 3 de Maio de 2015

A Desculpa Esfarrapada

A tourada do tomate que estava marcada para hoje em Vila Franca de Xira e na qual se estreava Paulo Pessoa de Carvalho como empresário da Palha Blanco foi adiada na véspera.

De acordo com o empresário os sites de metereologia afirmavam ontem que hoje vai chover e como o dito cujo acredita piamente nas previsões de tais sites, nada mais normal que cancelar a tourada.

Mente-me que eu gosto é uma expressão que se aplica que nem uma luva a este caso porquanto, a justificação do mau tempo, mais não é que uma grande desculpa para evitar ter uma praça às moscas mesmo após toda a propaganda e distribuição de bilhetes nas escolas.

vfx distribuicao de bilhetes touradas escolas

Mas este cancelamento é mais sumarento do que vocês possam pensar porque de acordo com um blogue tauromafioso e citamos:

“Paulo Pessoa de Carvalho cancelou hoje à tarde (o que não é legal, adiante-se) a corrida que amanhã se deveria realizar em Vila Franca de Xira e que marcaria a sua estreia como novo adjudicatário da “Palha Blanco”. Implica a lei que o espectáculo só pode ser anulado ou adiado no dia e por ordem da autoridade, director de corrida, médico veterinário e autoridade policial local. A corrida de amanhã em Vila Franca foi cancelada hoje, fora do horário de expediente, com o consentimento (estranhíssimo) da Inspecção-Geral das Actividades Culturais (IGAC). O director de corrida e o médico veterinário que iriam dirigir o espectáculo foram esta tarde avisados telefonicamente por uma inspectora da IGAC da anulação da corrida. Talvez a Secretaria de Estado da Cultura tenha algum comentário a fazer a este procedimento…”.

Palavras para quê? Se a IGAC alinhou neste conluio e foi cúmplice de uma violação ao regulamento tauromáquico, então é caso para perguntar, quantas vezes é que graças ao compadrio da IGAC o regulamento foi violado e já agora que estamos com a mão na massa quantos inspectores desta autoridade se vendem à indústria tauromáquica?

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Instruírem crianças no sentido de serem defensoras de um espectáculo degradante e cruel como são as touradas demonstra bem que tipo de pessoas são, ou melhor, de não-pessoas. Lamentável !!!

  2. basta de crueldades para com os animais…são seres vivos que sentem dor e respiram como nós humanos…..humanos têm q mudar de atitudes e aprenderem a ter consciência sobre seus actos criminosos…quem pratica crueldade para com um animal, também faz com os humanos…por isso é tempo de dizer BASTA DE CRUELDADE.

  3. Segundo dizem as “más linguas” nem bilhetes para meia casa tinham vendido😉 e com bilhetes mais baratos e preço especial para familias e jovens!
    As nossas previsões estão a começar bem….. metade das corridas vão ter meia casa ou menos e a outra metade vai ser adiada pro dia de são nunca!
    Assim seja!

    e dizem bem………………..
    Mente-me que eu gosto!

    • 😉

      • a coisa tá NEGRA pra estes lados… nem vos digo nem vos conto…
        falta o “guito” e já se sabe…
        nem o clube taurino se mete nisto… caladinhos pra não levarem por tabela… hehehe

        os “artistas”(toureiros, cavaleiros e forcados) da terra andam em guerra porque não são convidados para actuar esta temporada de tão “bons” torturadores que são(!) ou por causa do “cachet”…

        a coisa promete…

        SÓ queremos que Touros e Cavalos sejam poupados!
        o resto que se DANEM!

        MORRAM touradas!
        Somos Vilafranquenses e somos Anti-tauromaquia!

      • Ainda bem que está negra companheiros ainda bem😉


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias