Publicado por: protouro | 1 de Dezembro de 2014

Os Parasitas do Costume

Sevilha foi palco das “Jornadas Internacionais de Tauromaquia”. Como habitualmente nestas resmas de jornadas, conferências e etc., que têm lugar na chamada época do defeso, os participantes são sempre os suspeitos do costume. Um bando de protozoários que se junta de tempos a tempos para tentar explicar o inexplicável, ou seja porque é que a “arte” de torturar e matar um animal para divertimento de alguns e para encher o bolso de empresários, toureiros e ganadeiros, é ética e estética.

etica e estetica das touradasEis a ética e a estética da tauromaquia!

De acordo com as conclusões das tais jornadas, “a tauromaquia baseia-se no respeito que os ganadeiros, toureiros e aficionados sentem pelo touro de lide” e como tal este “respeito” e a tal ética e estética é para estes imbecis a justificação para que tauromaquia seja inscrita como património cultural e imaterial da humanidade!

Já o dissemos várias vezes e voltamos a repetir, esta gente sofre de uma obsessão compulsiva que os leva a acreditar que tal declaração salvaria a “festa” de ataques dos abolicionistas e permitiria a perpetuação da mesma, sem perceberem, que a convenção que protege o dito património cultural e imaterial, exige antes demais que esse património não crie divisões na sociedade.

Ora, a tauromaquia, cria e de que maneira divisões na sociedade, porquanto uma minoria está de acordo com esses espectáculos e uma larga maioria está contra.

Mas como ignorantes que são, sonham que no dia de São Nunca À Tarde, a aberração que tanto defendem será elevada a património cultural e imaterial da humanidade e enquanto tal, organizam estas parvoíces onde proferem afirmações que só mesmo pessoas destituídas de dois neurónios poderiam proferir como por exemplo:

“A tauromaquia não mata o touro, dá-lhe vida”.
Santi Ortiz
“Por cada tourada onde morrem seis touros, cem touros bravos vivem num montado toda a sua vida natural sem serem explorados”.
Santi Ortiz

Se a estupidez pagasse imposto esta gente estava toda na miséria.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Subscrevo integralmente os comentários anteriores. Só gente muito doente psicológica e mentalmente é que gosta e apoia a tauromaquia.

  2. Ainda que fossem muito filantrópicos (que não são), esses carrascos, enquanto fizerem o que fazem aos animais, nunca passarão de escória.

    Não merecem sorte nenhuma, os países que lhes permitem tanta maldade e ainda os defendem. MALDITOS SEJAM, os toureiros e os seus capachos.

  3. Multidão de psicopatas falaciosos sádicos perversamente autorizados a praticarem essa infãmia torcionária sobre touros, com impacto pernicioso sobre a sociedade e o país. Escória e vergonha da Humanidade.
    Miseráveis os Estados que pactuam com isso.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias