Publicado por: protouro | 17 de Outubro de 2014

Os Calotes e as Vigarices dos Tauricidas

O Fundo de Assistência dos Toureiros Portugueses, leia-se fundo de assistência dos tauricidas portugueses, enviou uma carta a todos os associados com os nomes daqueles que devem dinheiro.

calotes associacao nacional de toureiros

Mas as dívidas dos tauricidas não se ficam por aqui, de acordo com o blogue tauromafioso “Farpas”, os fotógrafos tauromáquicos, ameaçam divulgar os nomes daqueles que lhes devem guito e caso após a divulgação desses nomes, os ditos cujos insistirem em não pagar, ameaçam partir directamente para a cabeçada, murro e pontapé até receberem a massa.

Entretanto, nas touradas que tiveram lugar no passado fim-de-semana em Vila Franca de Xira, foi feita uma fiscalização à praça de touros pela PSP, Autoridade Tributária, Autoridade para as Condições do Trabalho e Inspecção Geral das Actividades Económicas, tendo sido passadas quatro contra-ordenações, por não emissão de facturas, falta de seguro a funcionários, falta de inscrição de funcionários na segurança social e falta de afixação do espectáculo.

Mais provas que o mundinho tauromafioso é um mundo podre que vive de esquemas, vigarices e calotes.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Obrigada Amigos!!!!

    Afinal não foi bem assim …

    ‘Bomba: meio taurino investigado à lupa!
    Investigadores das Finanças, da Inspecção do Trabalho, da ASAE e da IGAC estiveram ontem na praça de Vila Franca de Xira, onde se realizou a primeira corrida da Feira de Outubro e passaram a pente fino a empresa “Tauroleve”, que tinha “tudo em ordem”. Novas investigações estão em marcha e já há empresas e artistas sob rigorosa averiguação há alguns meses…

    A bomba estoirou com algumas horas de antecedência em relação ao que se previa – e a procissão, diz-se, ainda agora vai no adro. Ontem, na praça de toiros de Vila Franca de Xira, inspectores das Finanças, da Inspecção do Trabalho, da ASAE e da IGAC investigaram à lupa a empresa “Tauroleve”, organizadora da corrida que ali se realizava (primeira da Feira de Outubro, que prossegue amanhã, terça-feira, com a tradicional nocturna à portuguesa) e esta terá sido, ao que apurámos, a primeira investida no terreno das autoridades, que pretendem passar a pente fino empresas, associações e até artistas – alguns dos quais estão há já alguns meses sob rigorosa investigação fiscal.
    Apesar de estarmos já na recta final da temporada tauromáquica – e conforme tínhamos adiantado nos últimos dias – podem ocorrer novas investigações no terreno em corridas de toiros que ainda se vão realizar. No seio da Justiça, podem também ocorrer nas próximas semanas bombásticas revelações sobre a eventual prática de crimes fiscais por parte de empresas e associações do meio tauromáquico.
    Mais revelações e novos desenvolvimentos muito em breve – os primeiros estilhaços da bomba já se fizeram sentir. Mas nada vai ficar por aqui, como vínhamos avisando há uma semana – acredite quando ler no “Farpas”!»
    in farpasblog

    • Tudo o que esse tipo escreve deve ser tratado com pinças…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias