Publicado por: protouro | 11 de Outubro de 2014

As Guerrinhas Intestinais dos Tauromafiosos

As guerras no mundinho tauromáquico, são uma constante e quando não terminam ao murro, pontapé e cabeçada, terminam nos tribunais.

O presidente da ANGF – Associação Nacional de Grupos de Forcados, José Potier moveu um processo crime contra os directores do extinto jornal “Farpas”.

potier

O seu advogado, é nem mais nem menos que o Diogo Costa Monteiro, que apesar de já ter em mãos o processo, aceitou o convite para fazer parte da comissão executiva da “prótoiro”, mesmo sabendo, que representava um cliente que fazia parte da direcção da federação e que portanto poderia haver um conflito de interesses.

Poucos dias antes da primeira audiência em tribunal, deve-se ter feito luz naquela cabecinha e como tal, decidiu suspender temporariamente as suas funções, apesar de alegar que não existia qualquer incompatibilidade.

E no dia da audiência, 6 do corrente mês, começa o primeiro episódio da novela traumomáquica, perdão, tauromáquica.

No tribunal de Oeiras, temos o autor do processo, representado por Diogo Monteiro e no banco dos réus Miguel Alvarenga e Solange Pinto.

A audiência acabou por não se realizar, porque um dos advogados dos réus, invocou que o tribunal era incompetente para julgar o processo e é depois disto que começa uma outra guerra, com o Miguel Alvarenga a dizer que tem os melhores advogados do mundo e arredores e que graças a eles obteve uma vitória na barra do tribunal e a Solange Pinto a dizer que foi o advogado dela que invocou a incompatibilidade do tribunal para julgar o processo.

Furioso com o facto do Alvarenga afirmar que o Diogo Monteiro entrou com o processo no tribunal errado, a ANGF na pessoa do seu presidente, emite um comunicado onde afirma que o Alvarenga é um mentiroso e que quem invocou a incompatibilidade do tribunal foi de facto o advogado da Solange Pinto.

No dia a seguir ao dito comunicado, o Alvarenga anuncia que vai instaurar um processo crime contra o Potier e a ANGF porque diz que foi insultado.

Estes tipos são todos uns cromos e temos a certeza que esta novela rasca mas dispendiosa, vai animar o defeso dos tauromafiosos, quanto ao processo que entrou no tribunal errado, esse foi enviado para o tribunal onde deveria ter sido instaurado em primeiro lugar o tribunal do Entroncamento.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Só podem acontecer conflitos onde se defende a tortura, se usa e abusa de velhacaria, de mentira, de cinismo, de ganância, logo, onde a ética está ausente.

  2. Só mesmo estes tipos para me fazerem rir lol Que cambada.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias