Publicado por: protouro | 3 de Outubro de 2014

Mais Um que Abandona o Barco?

A “prótoiro”, emitiu um comunicado, onde anuncia que o Diogo Monteiro suspendeu temporariamente as suas funções na comissão executiva.

Diogo Costa Monteiro

A explicação dada para tal suspensão, passa pelo facto, de o mesmo estar envolvido numa acção judicial, em que os intervenientes pertencem ao meio tauromáquico, no entanto, a referida acção, não tem nada a ver com tauromaquia.

O comunicado acrescenta ainda, que não existe nenhuma incompatibilidade entre a actividade do pequeno e o trabalho dele na federação da treta e que o cliente que ele representa, já o era antes do referido processo.

Ora o cliente que ele representa, é nem mais nem menos que José Potier presidente da Associação Nacional de Grupos de Forcados, que curiosamente faz parte da direcção da “prótoiro”.

E o processo judicial em que ele está envolvido, foi movido pelo José Potier contra os directores do extinto jornal tauromafioso “Farpas”.

Ora se não existe incompatibilidade, se o processo em questão nada tem a ver com tauromaquia, então porque é que o tipo decidiu suspender funções?

Esta história está muito mal contada e parece uma excelente desculpa para camuflar o facto que mais um abandona o barco. O tempo o dirá mas não acreditamos nem por um segundo que esta suspensão seja temporária.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Responses

  1. Quando saiu o zezito as nossas previsões foram de que o dioguito iria levar um chuto no final da época. O potier já andava a dizer umas coisas faz tempo e agora vêm com desculpas. É um mundo podre e nojento e nem para eles são bons. Acho que andam com falta de guito, e a coisa tá preta pro lado deles com tantos prejuizos e broncas.

    Se a prótoiro já andava moribunda, alguém lhes aplique a “estocada” de misericórdia, “pinchazo e descabelho”… como dizem na gíria tauromafiosa.

  2. Ahahaha Chegou a vez do dioguito ahahahaha

    • Aos poucos eles vão desaparecendo🙂

      • Quando a bomba estoirar já o Dioguinho foi ao ar, já estará longe.
        E foi, para poupar a ONG tauricida, deixá-la a salvo dos escândalos anunciados. Suspeito que até no Vaticano reinem receios e temores do que está para vir no seu departamento de tourada à portuguesa, com estes presságios de derrocada da estrutura humana que estaria para blindar a tauromáfia, elevá-la a organização legitima de tortura de animais em cultos do paganismo trasvestido e marialva desastrado. Afinal está em tempo de falência. Um a um, os estrategas saem, derrotados, ser mais rota.

        E os últimos e os que não saltarem fora, arriscam prisão, por multi-crimes contra animais, porque está a mudar contra eles e o que foi dito ser “arte”, vai rapidamente passar a ser crime grave. Bandarilhas proibidas.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias