Publicado por: protouro | 6 de Setembro de 2014

Os Ignaros da “Prótoiro” Continuam a Debitar Mentiras

A federação tauromafiosa postou na sua página facebook, a propósito de Barrancos, a seguinte pergunta:

pergunta da protoiro

E de imediato o seguinte comentário:

comentario da protoiro

Ah sim! Então vejam lá se aprendem.

A proibição de touradas com touros de morte em todo o território nacional, foi decretada após a Implantação da República, pela Portaria nº 2700, de 6 de Abril de 1921, no entanto, devido à inexistência de sanções pesadas, continuavam os abusos.

Devido a tal facto, em 14 de Abril de 1928 foi publicado o Decreto nº 15 355 que não só manteve a proibição absoluta, como estabeleceu as seguintes penas:

– O proprietário dos touros perderia os mesmos em favor da assistência pública;

– O empresário pagaria uma multa de 50 mil réis, sucessivamente agravada em caso de reincidência culminando com o encerramento da praça à 3ª reincidência;

– O matador seria condenado a prisão correccional até três anos, agravada com multa nunca inferior a 10 mil réis e proibição de trabalhar em praças portuguesas.

Portanto, em Portugal, a proibição não ocorreu em 1933, não só são ignorantes como espalham mentiras entre os aficionados que os seguem.

Prótouro
Pelos touros em liberdade


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias