Publicado por: protouro | 22 de Agosto de 2014

Autarca Aficionado Afirma que os Aficionados São Violentos

Robert Ménard é o presidente da câmara municipal de Béziers, França e é um aficionado convicto. O seu percurso é no mínimo estranho, de trotskysta passou a socialista, acabando por ser eleito autarca com o apoio da Frente Nacional liderada por Marine Le Pen. Descreve-se como reaccionário e é apoiante da pena de morte. Um “mimo” de pessoa.

Robert Ménard durante uma missa celebrada na praça de touros de Béziers no passado dia 15

robert menard

Ora, no passado dia 5, no programa de rádio intitulado “Les Grandes Gueules”, o entrevistador Alain Marschall referiu-se às touradas afirmando que as mesmas já tinham passado de moda e que não tinham razão de ser no séc.XXI, e perguntou-lhe se ele permitiria que os anti-touradas se manifestassem ao que o mesmo respondeu que tinha emitido uma postura municipal para proibir as manifestações. Espantado, o entrevistador retorquiu:

Mas você foi um dos  que criticou a proibição das manifestações a favor da Palestina afirmando que a manifestação em França é um direito!

Ao que o mesmo respondeu, claro que sim mas deixe-me explicar, eu proibi as manifestações em frente à praça de touros porque eu quero proteger os anti-touradas, porque eu sei que eles vão ser agredidos pelos tipos que saiem da praça que para além de serem violentos, são jogadores de râguebi.

Palavras para quê, já não somos só nós que o dizemos agora temos também um autarca aficionado a afirmar o mesmo.

Já que este tipo tão “coerente” defende a pena de morte, é caso para perguntar se um dos aficionados violentos agredisse até à morte um abolicionista, será que ele defenderia que o mesmo fosse condenado à pena capital?

Por muito que tentemos, jamais conseguiremos perceber o que é que leva as pessoas a elegerem estes tipos aberrantes, mas uma coisa sabemos é por estas e por outras que temos os governos e os autarcas que temos e é por isso que o mundo ao invés de evoluir retrocede!

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Subscrevo as palavras do Dr. Vasco Reis. A brutalidade impera ainda, infelizmente
    Além de anti-touradas também sou anti-igreja católica que faz missas em praças de touros!!! Esta instituição religiosa que quis, e ainda quer, mandar no mundo e nos desprovidos de inteligência, razão e raciocínio, está carregada de culpas pelos mau tratos infligidos a todos os animais, pois não elucida os seus crentes da protecção que se deve dar a todos os seres vivos e compactuar com a tortura não é coisa de Deus mas do diabo.

  2. A França acrescenta ao seus princípios de LIBERTÉ, ÉGALITÉ, FRATERNITÉ, pelos vistos mais um, o de BRUTALITÉ!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias