Publicado por: protouro | 6 de Agosto de 2014

Um Forcadito com uma Mente Delirante

Que o cérebro dos forcados funciona a meio gás devido ao tintol já todos nós sabíamos o que nós não sabíamos, é que o vinho lhes provoca tais delírios que chegam ao ponto de inventar teorias da conspiração.

Relativamente ao ocorrido na Praia de Mira no passado Domingo, o forcado João Machacaz escrevinhou um texto na página facebook do forcado amador. O texto é alucinante.

joao machacaz

Afirma o forcadito, que os manifestantes correram para o carro cercaram o mesmo, esfregaram cartazes nos vidros com palavras ofensivas tais como cobardes, selvagens, esmurraram os vidros e pontapearam o carro. E acrescenta que foram apedrejados.

Já cá faltavam as pedras!!! E fruta não atiraram fruta? O relato deste tipo é um filme déjà- vu.

Perante isto, decidiu sair do carro para enfrentar os manifestantes e foi quando se deparou com as câmaras da SIC e da TVI a filmar e segundo ele neste momento aparece também a GNR que se encontrava dentro das instalações do campo de futebol.

E deste relato, passa à teoria da conspiração, perguntando quem é que pagou a estes canais para se deslocarem e fazerem a reportagem e porque é que a GNR estava dentro do recinto e não na porta onde estavam os manfiestantes e a conclusão do pequeno é simples:
Foi um esquema montado para que eles forcados reagissem e o corpo de intervenção os atacasse, o que faria com que eles forcados do Ribatejo passassem por arruaceiros, violentos, agressivos e sem nível.

E não contente com toda esta diarreia mental tem a lata de postar que de ora em diante, chegou o momento, de agirem pela força!!!

E termina o texto pedindo desculpas aos aficionados por alguma conduta menos positiva do grupo de forcados a que ele pertence.

Quando alguém pensa que já leu todos os dislates possíveis e imaginários provenientes deste mundinho baixo, nojento e vil eis que aparece mais um que nos surpreende.

Não só o texto está pejado de mentiras que são desmontadas por quem viu o vídeo, como também eles só não avançaram para bater nos manifestantes porque a GNR estava lá, caso contrário todos sabemos qual seria o desfecho.

Já o dissemos neste blogue e voltamos a repetir os forcados são um símbolo de vergonha nacional, são violentos, são agressivos e são arruaceiros e quando afirmamos que vocês são cobardes e selvagens não é um insulto é uma definição.

E para provar uma vez mais o tipo de pessoas que são os forcados e como se comportam e sempre se comportaram, aqui vai  uma história edificante e que é descrita por um ex-forcado no seu blogue. Embora o mesmo não mencione a data em que tal ocorreu, cremos que terá sido nos anos sessenta.

Depois de uma tourada que teria lugar nas Caldas da Rainha ter sido adiada, os forcados do grupo de Lisboa, foram para o casino da localidade. A euforia dos mesmos (nós diríamos a bebedeira) era tal que houve mesas, cadeiras, copos partidos e a prisão de alguns. Sairam em liberdade depois de um toureiro ter pago os estragos que eles fizeram.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Carlos Ricardo, esse grunho vinha a VFX(onde era dono e senhor), traia a cambada dele, mandava fechar um restaurante, contratava prostitutas e partiam tudo! Sei porque fui testemunha!
    A mulher dele era vítima de agressões constantes mas nunca fez denuncias porque era ameaçada de morte.
    Este era o Salvação Barreto!

    Quando o gf do ribatejo(havia mais) vinha pegar a VFX, depois da corrida a maioria dos cafés e restaurantes fechava porque já sabiam o que ia acontecer. Bebedeira e porrada com fartura. Não é por acaso que lema deles é: VENHA VINHO! (http://bit.ly/1lBaG0u)

    Nascida e criada em VFX, não me podem desmentir, fui testemunha e conheço bem esta forcadagem.
    Uma praga e perigosos!

  2. Para quem já era vivo nessa altura (anos 60 e 70 do séc. XX), lembram-se perfeitamente do famoso forcado Salvação Barreto que nas noites de Lisboa, junto com o seu bando, destruía e agredia tudo e todos por onde passava. Preso várias vezes, foi sempre solto por interferência dos DDT (Donos Disto Tudo) da altura.
    Os forcados de hoje, em matéria de violência, prepotência e marialvismo, seguem as mesmas pisadas. E hoje, como antigamente, sempre debaixo da protecção dos DDT actualmente em funções.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias