Publicado por: Prótouro | 26 de Abril de 2014

Drogas e Touros Lesionados

Numa entrevista dada a um blogue tauromáquico espanhol, a ganadeira Rita Vaz Monteiro, fez declarações e acusações que mostram à exaustão a realidade do mundinho tauromáquico.

rita vaz monteiro

Quando questionada sobre o estado da “fiesta” em Portugal, a mesma começa de imediato por atacar a imprensa tauromáquica afirmando que a mesma, passa a ideia de que tudo vai bem com o intuito de enganar o público e que nessa imprensa só existem dois profissionais credíveis.
Após o ataque à imprensa, passa ao ataque aos empresários tauromáquicos afirmando que eles querem que os ganadeiros paguem a factura, que ofereçam os touros, que os touros tenham muitos quilos e que não existe união entre ganadeiros quando se trata de estipular mínimos e que estes desde há muito que pagam a factura e engordam os bolsos dos empresários.

E termina com uma afirmação bombástica referindo que existem empresários que se dizem muito sérios e depois administram Rompun (Clembuterol) a certos touros. (O Rompun é um sedativo, analgésico, anestésico e relaxante muscular).

O uso de drogas em touros é algo que todos sabem e que todos escondem, no entanto, lamenta-se que já que a senhora teve a coragem de o afirmar não tenha tido a coragem de citar nomes ou de denunciar às autoridades competentes os nomes dos empresários que o fazem.

No mesmissímo dia em que esta fulana deu esta entrevista, o blogue “sortes de gaiola”, postou um artigo relativo a touros usados em touradas de beneficência onde afirma e citamos:

“Quem não viu já festivais com toiros cegos, coxos, com profundas deformações de coluna, cornos partidos ou tortos etc.etc.etc.?
Quem não viu já festivais em que as grandes figuras anunciadas foram substituídas por aprendizes sem ofício e sem jeito?
Tudo isto se tem passado para vergonha da festa, dos homenageados e dos pobres beneficiados desses espectáculos.
Presenciámos todos grandes vergonhas, espectáculos miseráveis.”

Estas denúncias, são somente a ponta do icebergue dos cambalachos do mundinho tauromáquico, porque não tenhamos dúvidas que as vigarices vão muito mais além do que eles afirmam.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Foi por estas e outras tantas que o José Carmo Reis lhe deu com os pés … sabiam que foram “namorados” nos tempos em que ele queria ser mais conhecido?

    • Malu quer explicar melhor?

      Abraço


Deixe uma Resposta para protouro Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias