Publicado por: protouro | 5 de Fevereiro de 2014

Mais um Aficionado Charlatão

Manuel Graciosa, escreveu um artigo intitulado “Tauromaquia” que foi prontamente publicado em websites tauromáquicas.

Um artigo muito longo, pejado de falsidades e disparates que prova uma vez mais, que a ignorância ou será estupidez dos defensores das tauromaquia não conhece limites.

Das muitas afirmações mentirosas escolhemos as seguintes:

“-As touradas são uma arte e uma forma de cutura e a tauromaquia é considerada património cultural e imaterial pela Unesco.

-As manifestações efetuadas em frente a praças de toiros deviam, na minha opinião, ser proibidas, visto que não respeitam, em termos constitucionais, a liberdade de escolha de cultura nem o direito de recriação da mesma, assim como, em termos pessoais, não respeita o direito/liberdade de educação de um filho(a).

-Um toiro bravo passa os seus dias no campo aberto, com a sua mãe e todos os outros animais pertencentes à ganadaria até aos seus 4/5 anos, sendo que são, nessa altura, selecionados para corridas de toiros.

-Muitos dos que gritam pelo fim das Touradas não fazem ideia do que é um Touro e do que lhe dá ganas de viver. O Touro anseia pela confrontação e sente-se confortável na luta. É um animal agressivo que sente prazer na lide.

-O toiro é um dos animais na Natureza com maiores níveis de endorfinas e adrenalinas no seu sistema o que leva a que a sua sensibilidade à dor seja extremamente reduzida em alturas de stress comparativamente a outros animais. O facto de os níveis de stress do toiro atingirem o seu pico máximo durante o transporte, em que estão confinados em espaços exíguos, e baixarem significativamente durante a lide demonstram como é um animal que se sente bem na luta.

-Os anti taurinos atribuem aos animais características humanas para despertar proximidade e identificação confundido o que são pessoas e o que são animais. Com esta atribuição de características ao toiro deixam de o ver como o animal que é com necessidades, comportamentos e reações psíquico-físicas distintas das de um ser humano.”

Uma vez mais estes tipos pensam, que mentiras repetidas vezes sem conta se tornam verdades.

Alexander Pope

É caso para dizer que assim como não há pior cego que aquele que não quer ver, também não há pior igonorante que aquele que não quer aprender.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias