Publicado por: protouro | 3 de Janeiro de 2014

Mais uma Prova da Violência Intrínseca dos Aficionados

31 de Dezembro de 2013, um jornalista tauromáquico e um bandarilheiro, envolveram-se numa cena de pancadaria num bar em Espanha. Somente os aficionados para se despedirem do ano à porrada!

Vicente Zabala de la Serna (jornalista) e Fernando Galindo (bandarilheiro e secretário geral da Unión de Picadores y Banderilleros), começaram uma discussão motivada por artigos escritos pelo primeiro que desagradaram ao segundo; da discussão aos actos foi somente um pequeno passo. Galindo dá uma cabeçada e um murro no Zabala e o Zabala parte um copo na cara do Galindo provocando-lhe um profundo golpe.

Mas uma imagem vale mil palavras

Zabala e Galindo

A violência dos aficionados em todo o seu esplendor. E o “pobrezito” do Zabala, depois dos estragos que fez, teve a lata de afirmar que quando golpeou o “pobrezito” do Galindo não se lembrou que tinha um copo na mão!!! E não contente, twita uma imagem da sua “pobre” mãozinha com vários cortes. Pois, se se tivesse lembrado que tinha um copo na mão antes de cortar a cara do outro, talvez se tivesse também lembrado que ao fazê-lo também ele se cortaria.

cortes na mao de Zabala

Não há dúvida que a imbecilidade dos aficionados é ilimitada.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias