Publicado por: protouro | 18 de Dezembro de 2013

Afinal a Silly Season Não é no Verão

Para os aficionados e quejandos, a silly season começa no Outono e só termina quando acaba a época do defeso.

Durante este período de alguns meses, estas cabecinhas pensadoras, à falta de espectáculos tauromáquicos, dedicam-se a pensar na melhor forma de angariar novos aficionados porque sabem que essa é a única maneira de continuar a perpertuar a barbaridade.

Exemplos não faltam e o último chega-nos de Espanha, mais propriamente da Comunidade Valenciana, onde a conselheira da educação, Maria José Català, anunciou a criação de uma nova disciplina na escola primária chamada “Cultura do Povo Valenciano”.
Nada a objectar,  se entre esses ensinamentos da cultura do povo valenciano, não se incluisse a tortura de bovinos, como touros à corda, touros ao mar, touros de fogo, etc.

touro de fogo

Segundo esta mulher, estas barbaridades, fazem parte do ADN da “cultura” valenciana e como tal, o ensinamento tem que começar na escola primária!

Que a tortura está nos genes de uma minoria da população dos países que têm touradas, ninguém tem dúvidas e que essa minoria tudo faz para que esses genes se propaguem também ninguém tem dúvidas, mas quando certos políticos chegam ao ponto de fomentarem essa aberração através da instituição da mesma em escolas, então estamos perante uma sociedade muito doente; uma sociedade que perdeu os seus valores e que não consegue distinguir entre o que é moral e imoral.

São pessoas como esta “senhora” e outras como ela que estão a contribuir para uma sociedade cada vez mais violenta, uma sociedade que fomenta o desrespeito pela vida.

E os culpados somos ao fim e ao cabo todos nós, porque mesmo sabendo que os partidos do costume são uma merda, continuamos a votar neles. Isto acontece sistematicamente em Portugal, Espanha e França, onde o povo está farto de saber a porcaria que são os partidos de direita e os de suposta esquerda e no entanto continuam a votar nos mesmos e é por isso que no poder, ora temos o PS ora temos o PSD.

Nas nossas mãos reside a diferença entre manter este sistema ou acabar de uma vez por todas com este ciclo vicioso de alternância entre os ditos partidos maioritários. Não tenhamos dúvidas, que enquanto este status quo se mantiver, a abolição das touradas e todas as formas de tortura animal  serão um assunto eternamente adiado.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Mentalidades horríveis, a desta senhora e de muitos mais da mesma laia, bem como de quem tem autoridade, mas não a usa para acabar com este desvario.
    Eu e um amigo abolicionista e activista de longa data, pessoa de grande formação cultural e moral, gostaríamos de poder comunicar com o PRÓTOURO por e-mail, por exemplo. Quer tornar isso possível?
    Cumprimentos.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias