Publicado por: protouro | 26 de Junho de 2013

Forcados um Símbolo de Vergonha Nacional

A “prótoiro” num dos seus ataques de diarreia verbal e mental,  acusa a SIC de associar o forcado,  símbolo de Portugal , a comportamentos impróprios.

A megalomania da “prótoiro” não conhece limites! O forcado até pode ser um símbolo do mundinho tauromáquico, mas jamais será um símbolo de Portugal.

Bem pelo contrário, os forcados são pessoas violentas que vivem num mundo violento e que se destacam por comportamentos impróprios de pessoas civilizadas. Quando o afirmamos, não o fazemos de modo gratuito, mas sim baseados em factos concretos:

2003 uma largada de vacas no concelho de Montemor-o-Novo acaba em cena de pancadaria, na origem de tudo está uma agressão de elementos dos forcados de Montemor. A violência foi de tal ordem, que o presidente da junta de freguesia de Lavre, Fernando Monteiro, afirmou o seguinte ao jornal “Público” : “Foram eles que provocaram tudo. São uns arruaceiros. Onde quer que vão armam violência e são protegidos por serem filhos das famílias influentes da zona: os Vacas de Carvalho, os Veiga, os Malta, os Barata Freixo. Acho que já é tempo de serem punidos”.

2009 os forcados de Montemor, envolvem-se numa cena de pancadaria com os seguranças da discoteca “Praxis” em Évora.

2011 vários forcados envolvem-se à pancada nas bancadas do Campo Pequeno.

2012 forcados do Ramo Grande, Ilha Terceira, envolvem-se em cenas de desacatos com seguranças da discoteca “Kapital”.

2013  forcados de Montemor envolvidos em rixa em Alcácer do Sal.

Estes são alguns dos casos que foram relatados pela imprensa, quantos outros existirão que o não foram? Apostamos que casos como estes são mais que muitos, o que prova que o forcado é sem dúvida um símbolo que envergonha Portugal.

forcado simbolo de vergonha nacional

Se existisse uma taça que premiasse os forcados envolvidos em desacatos e rixas,  essa iria para o grupo de forcados de Montemor.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Também em Grândola o ano passado foi preciso a polícia de choque para conter os meninos. São realmente o exemplo do que de pior há em Portugal.
    Giro também é ler a histeria que vai pela gaiola das malucas em relação a este texto.
    Não admira, é preciso defenderem os filhinhos dos que dão de comer à pocilga.

  2. Já é tempo de acabar com este “espetáculo” sangrento!!!

  3. O forcado faleceu hoje. É de lamentar, mas quem com ferros mata, com ferros morre. Ele pode não ter metido ferros nos touros mas ajudou na tortura.
    A tauromaquia está a perder a força ou o poder, como lhe queiramos chamar, é isto que sinto.
    Bom trabalho, protouro!
    Abraço

  4. Morte à Tourada. Viva os Direitos aos Animais senciente!!!

  5. Nojo!!!… Verdadeiramente nojento!!!… Fora com toda a tauromaquia, revista ela a forma que revestir!!!… Nunca mais!!!…

  6. Eu própria assisti, infelizmente, a várias situações de pancadaria provocadas por eles. São, antes de mais nada, toscos e tacanhos, não aceitam as diferenças. Para não falar da falta de respeito que têm em relação às mulheres…

  7. Pois, os forcados se são capazes de se atirarem com fúria para cima de um Touro torturado, ferido, a sangrar, em grande sofrimento, são capazes de todas as violências.

    Cambadinha de covardes!

  8. Mas essas cenas de violência já vêm de longe. Quem não se lembra do grupo do Salvação Barreto que nos anos 60 (séc XX) andava pelas noites de Lisboa a destruir tudo que lhe aparecia pela frente ?


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias