Publicado por: protouro | 18 de Março de 2013

A “Valentia” dos “Artistas” Tauromáquicos

Os aficionados,  afirmam que os “artistas” tauromáquicos, são pessoas com uma grande valentia porque arriscam a vida enfrentando animais perigosos.

Os animais perigosos,  os chamados touros de lide,  mais não são que bovinos.

Estes ou quaisquer outros animais,  podem ser perigosos,  desde que o seu território seja invadido ou repentinamente,  como é o caso dos touros,  se encontrem num ambiente que desconhecem e que lhes é hostil,  como por exemplo uma praça de touros.

Não nos esqueçamos que estes animais,  em princípio,  vivem alguns anos em liberdade e em manada nos campos.  Qualquer animal habituado a este estilo de vida,  ao ser confrontado com o facto de ser encurralado em caixotes e transportado para os curros de uma qualquer praça de touros,  muda completamente o seu ânimo,  porque algo na sua vida mudou. Algo para o qual ele não estava preparado e consequentemente, defende-se como pode daquilo que para ele constitui uma agressão.

É sabido que todos os animais,  entre os quais nos incluimos reagem de formas diferenciadas quando confrontados com uma agressão.

Alguns são mais agressivos que outros.

E é precisamente com base neste carácter, que os chamados “artistas” tauromáquicos, escolhem os touros que querem torturar.

Quanto menos agressivo ou mais dócil for o animal,  melhor porque afinal o que eles querem é ganhar dinheiro à custa de torturar e matar um animal sem arriscar o mínimo.

Os “artistas” tauromáquicos,  para quem não saiba,  escolhem sempre os encastes dos touros que vão torturar e um dos encastes preferidos desta gente é o Murube.

murube

E porquê? Porque entre os vários encastes, este é para eles um touro fácil de lidar e como tal não põe em risco, supostamente, a sua integridade física.

Tal como no futebol,  os toureiros têm olheiros,  vão ao campo e estudam o comportamento dos touros e aqueles que à partida oferecem menos riscos,  são os escolhidos.

E assim se prova a suposta heroicidade dos “artistas” , indivíduos pagos a peso de ouro,  num espectáculo de engano, onde quem arrisca é sempre a vítima, ou seja o touro.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Gostava que se formasse aí uma associação de lutadores de Kick-Boxing, K1, MMA, etc., que fossem anti-taurinos e convidassem os valentes toireiros para uma rondazita no ringue, com um ser humano racional pela frente, que decidiu estar lá de livre vontade. Aí é que eles brilhavam e mostravam toda a «valentia» que dizem possuir.

  2. “Os aficionados, afirmam que os “artistas” tauromáquicos, são pessoas com uma grande valentia porque arriscam a vida enfrentando animais perigosos”
    Para esta afirmação dos aficionados apenas uma pergunta: Arriscam a vida para quê ? .

  3. Boa, Prótouro!
    Eles pensam que enganam quem sabe.
    E só se enganam a eles próprios. Vivem num mundinho pequenino e amarfanhado pela ignorância.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias