Publicado por: Prótouro | 25 de Fevereiro de 2013

Quando os Aficionados Abrem a Boca ou Entra Mosca ou Sai Asneira

Jesus Lourenço, aficionado, escreveu um texto intitulado “Trágica Ocorrência”.
O artigo em questão, refere-se ao forcardo que ficou tetraplégico e não seria mais do mesmo, não fosse o facto do autor aproveitar para insultar todos aqueles que lutam contra as touradas.

jesus lourenco

Evidenciamos somente as partes que merecem ser referenciadas, não só pelos ataques mas também pela idiocia.

“Aqueles vândalos mentalizados, orientados para provocar desacatos e ofender, vociferar, berrar, agitar, achincalhar as pessoas que por bem, pretendem assistir às corridas de touros, cá para mim, unicamente, os prendia e encaminhava para unidades de saúde mental! É natural que logo saíssem porque, quanto sei, não existe médico nenhum que consiga dar a mão a qualquer infeliz possesso de parvoíce… Os malucos, por contrário sempre podem-se tratar, na maioria dos casos – o que não se enquadra nesta situação.”

Curiosamente, no seu artigo, você descreve na perfeição os únicos vândalos que conhecemos, ou seja os aficionados. São vocês que apelam à violência, insultam, ofendem e provocam desacatos sempre que podem. Exemplos não nos faltam.
Desde forcados bêbados que se envolvem em cenas de pancadaria, cavaleiros que atacam pessoas com cavalos e aficionados que apelam ao uso da violência física contra os anti-touradas, os exemplos de vandalismo são mais que muitos.

E desde quando é que as pessoas que assistem a touradas são pessoas de bem?
Não, as pessoas que assistem a touradas não são pessoas de bem e sabe porquê? Porque pessoas de bem ou seja pessoas com moral, não se sentam numa praça de touros a assistir horas a fio à tortura lenta de seres sencientes.

Não contente com diarreia verbal acima descrita, termina o artigo com um aviso ao Primeiro Ministro.

“Tenha V.Exª. cuidado com as más companhias, xenofobias antidemocracias e falsos patriotismos, obrigue-os a identificarem-se quando os receber e, logo verá a cor das sua bandeiras e para que se prestem. Recorde-se V. Ex.ª. que as assinaturas angariadas, por essa gentalha, 3.000 ao que parece, somente pode encher – ou pouco passa – a praça de touros de Arruda dos Vinhos. Não é que me preocupe por isso assim tanto, só que detesto ser acossado por ranhetas. ”

Tem graça que nós também achamos que o Sr. Primeiro Ministro deve ter cuidado com as más companhias, especialmente se estas se tratarem de aficionados porque nunca se sabe qual poderá ser a reacção de um deles. Mais vale prevenir que remediar.  Sempre que o Sr. Primeiro Ministro receber alguém, assegure-se que não é aficionado, porque isso é sinónimo de ditador, anti-democrático e logicamente contrário à ideologia do governo.

Já agora sr. Jesus Lourenço, damos-lhe um conselho de borla e olhe que hoje em dia as borlas são uma coisa do passado, não leia os pretensos comunicados da “prótoiro” porque são tóxicos e fazem mal à sua saúde obrigando-o a vomitar palavras para as quais o senhor desconhece o significado, como por exemplo xenofobias!

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. este jesus lourenço, é mesmo o atrasado mental típico

  2. O mundo aficionado tem andado em pânico desde a oficialização do segundo movimento. Pela segunda vez em cerca de um ano, os aficionados levaram uma tremenda bofetada da sociedade portuguesa. Eles bem tentam congeminar teorias para explicar o sucedido, sendo que algumas delas são de tal forma ridículas que servem apenas para dar umas belas gargalhadas.
    Vai haver muito fel a escorrer do lado aficionado. Basta reparar que eles já nem tentam contra-argumentar a causa abolicionista. Nestes dias o estado de desespero é tão grande que se limitam a incitar a violência ou simplesmente a vomitar insultos sem qualquer nexo, como este artigo bem o ilustra.
    As sucessivas sondagens e movimentos a indicarem a clara vitória para a causa abolicionista, as praças de touros vazias, a redução drástica das touradas a transmitir pela TV em 2013, os sucessivos escândalos envolvendo gente da tauromaquia, os contínuos tiros nos pés por parte da prótoiro e terminando com a triste e ridícula forma como lidaram com a situação do forcado paraplégico minaram completamente a já fraca reputação que a tauromaquia possui em Portugal. Resta-lhes apenas um último trunfo: todos os deputados e diversos políticos que conseguiram comprar ao longo destes últimos anos.

  3. Exactamente, Prótouro, este “iluminado” descreveu com mestria o que são os AFICIONADOS.
    Medem os outros por eles, pois não conhecem mais nada.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Categorias