Publicado por: protouro | 5 de Janeiro de 2013

Os Países com Touradas não Têm Violência? Que Afirmação Mais Idiota!

Estamos fartos de ler artiguinhos publicados por defensores da aberrante prática tauromáquica em que fazem comparações entre a violência em países que não têm touradas com países que as têm e onde segundo eles a violência não existe.
Estes artigos foram publicados na sequência da tragédia que abalou o estado de Connecticut onde um adolescente assassinou várias crianças e adultos.

Servem-se desta deplorável tragédia para virem argumentar que nos países que permitem touradas estas tragédias não acontecem.

O último a comentar sobre este assunto, sem no entanto referir a tragédia americana foi Maurício do Vale.

Num artigo publicado no dia 3 no Correio da Manhã, fala de violência no estrangeiro, do cinema, das playstations, etc e acaba terminando o texto com esta frase “genial”:

” E, já agora, que haja a honestidade de reconhecer que, nos países onde mais vão aparecendo esses atos de violência assassina cometidos por tresloucados jovens, aí não há tradições culturais taurinas – e em muitos casos até são proibidos esses espetáculos. Coincidência ou talvez não…”.

O Sr. vive em que país ? Perguntamos porque infelizmente devem ser raros os países em que não existe violência.

Em mais de 190 países que existem neste planeta, devem contar-se pelos dedos das mãos (e mesmo assim temos dúvidas) os países onde a violência é mínima ou mesmo inexistente.

Só sete países num universo de mais de 190, têm touradas e o senhor tem a distinta lata de dizer que nesses países não existe violência!!!

América Latina:

México – De 2006 até 2011, uma vez que não existem ainda dados posteriores, 47.515 foram brutalmente assassinadas.

Colômbia – Em 2 de Dezembro do ano transacto a polícia registou 13.209 assassinatos em todo o país.

Venezuela – Em 2012 segundo o relatório do Observatório Venezuelano de Violência, 21.692 pessoas morreram em consequência de violência.

E em Portugal ou em Espanha não existe violência Sr. Maurício do Vale?

Os números não enganam, a escalada de violência em Espanha aumentou brutalmente nos últimos anos e o mesmo se passa em Portugal.

Se não existem pessoas nestes dois países a pegarem em armas e a assassinarem de uma virada várias pessoas é muito simplesmente porque não é permitido comprar certo tipo de armas. No entanto, se tivermos em conta o número de armas que existem nas mãos dos caçadores e quantas dessas armas são usadas para cometer crimes está tudo dito.

Só pessoas muito descaradas como o senhor, podem ter o atrevimento de afirmar que países com touradas não têm violência. Chega de desonestidade “intelectual”.

Os números atrás fornecidos provam precisamente o contrário, nos países onde as touradas são permitidas a violência impera e tal não é para admirar porque permitir violência contra animais desnatura as pessoas e leva-as a serem violentas.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Os cehos mentais não vêem nada, não o sabem nada, andam por aí aos caídos a pensar que são gente da cultura e da arte…
    Coitados!
    A violência sempre gerou violência, em qualquer parte do mundo.

  2. Eis um pequeno artigo para reforçar esta posição:

    http://publico.pt/mundo/noticia/as-cidades-mais-mortais-do-mundo-sao-1569059

    Como foi bem referido neste artigo, o México e a Venezuela figuram como países com várias cidades no top. Nestes países existe uma tradição tauromáquica acentuada. Coincidência “Sr” Maurício?
    Mas até digo mais. Nos anos 80, um dos países mais violentos do mundo era a Colômbia, em parte devido ao negócio da cocaína fomentado por Pablo Escobar. Escobar, conhecido aficionado, construiu também várias praças de touros pelo país, como forma de entorpecer e estupidificar a população colombiana e com isso ganhar o seu apoio (onde é que já vimos esta estratégia? Mais coincidências talvez..) Durante o seu “reinado”, Medellin e Bogotá eram cidades violentíssimas, onde morria dezenas de pessoas por dia, a maioria inocente. Com a prisão e eventual morte de Escobar, a Colômbia decidiu limpar a sua imagem no mundo. Curiosamente, parte deste esforço passou por abolir as touradas e converter as praças de touros em locais onde se celebra a verdadeira cultura, como já foi referido num post anterior neste blog. Quanto mais se asfixia a tradição tauromáquica na Colômbia, mais esta desce no top dos países a evitar. “Coincidência ou talvez não…”


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias