Publicado por: protouro | 15 de Dezembro de 2012

O Desespero dos Aficionados para Serem Aceites na Sociedade

O desespero dos aficionados para serem aceites pela sociedade é tão gritante, que qualquer gato sapato que se alie à tauromaquia é motivo de felicidade para eles.

Se uma modelo posa com um toureiro eles deliram.

Kate Moss e Manzanares

Se uma actriz veste umas roupinhas inspiradas na tauromaquia eles têm um orgasmo.

sarah jessica parker matador

Exemplos são mais que muitos. A última euforia desta gente, é a coreagrafia do musical “Viva Forever” das Spice Girls. No musical, os bailarinos são toureiros e a imagem do touro de Osborne faz parte da cena.

O que os aficionados parecem não compreender é que tudo isto tem a ver com dinheiro. Esta gente que se presta a este tipo de exibições, fá-lo por dinheiro, nada mais. São pessoas que nem sequer têm o discernimento para pensar que ao dar a cara estão a associar-se a crueldade.

Infelizmente este tipo de pessoas não têm dois neurónios funcionais. Funcionam à base de dinheiro. São mercenárias que desde que sejam pagas aceitam tudo o que lhes oferecerem. Mas os aficionados e tauricidas não conseguem perceber porque também eles não têm dois neurónios funcionais.

O que prova à exaustão que os aficionados tem uma necessidade premente de se encaixar de uma maneira ou de outra numa sociedade que há muito que os rejeitou.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Em certos países existe algum fascínio em torno da tourada, mais por uma questão de pseudo cultura que outra coisa. Esta curiosidade advém do pretenso gosto de Hemingway e Picasso pelo triste espetáculo e, numa tentativa de aparentar alguma cultura, certos atores e figuras públicas têm a tendência de usar conceitos relacionados, ainda que tal acabe por ser kitsch. Mas a realidade é que nenhuma destas personalidades têm ideia do que se passa dentro de uma arena. Os próprios aficionados e o lobby tauromáquico são os primeiros a vender as touradas como “uma dança coreografada entre o homem e a besta” e é com essa ideia falsa que conseguem arrastar centenas de incautos turistas para as praças. Pela internet abundam vídeos de turistas a saírem das arenas espanholas e portuguesas completamente chocados e em lágrimas. Os aficionados são estúpidos o suficiente para acreditar que as pessoas que utilizam as touradas como referência “cultural” apreciam ou sequer tem conhecimento do verdadeiro teor desta aberração.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias