Publicado por: protouro | 26 de Outubro de 2012

A Demagogia Barata e Reles da “Prótoiro”

De acordo com a “prótoiro”, as manifestações animalistas custam quase um quarto de milhão de euros ao erário público!

As continhas dos fedelhos, baseiam-se no que pagaram à PSP por segurança privada aquando da tourada em Viana do Castelo.
Segundo eles pagaram 975 euros e pegando nessa quantia e multiplicando a mesma de acordo com várias demonstrações que têm lugar contra touradas, circos e etc, chegaram ao montante de 234.000 euros.

Estes tipos são uns “génios” matemáticos!!!

Criancinhas, a hora do recreio acabou, toca para a saula de aulas para aprenderem que policiar manifestações é uma das várias tarefas que fazem parte do trabalho das forças policiais. Deriva da lei.
Consequentemente essa tarefa faz parte do salário mensal.

Outra coisa completamente diferente é quando são contratados por particulares para fazerem segurança. Nesse caso, como extrapola as suas funções, cobram porque estão a actuar como seguranças privados.

Como castigo por não estarem com atenção e não aprenderem, vamos lá a escrever no quadro vinte vezes:

– Um dos trabalhos da polícia é fazer policiamento a manifestações, sejam elas de que natureza forem.
– O direito à manifestação é um direito consagrado na CRP, a lei suprema deste país.

Estes garotos que compõem esta federação da treta, cada vez que atacam os defensores dos animais, só dão tiros nos pés e mostram quem são na realidade. Vivem em democracia e sonham com a ditadura, gozam de tudo o que a democracia lhes oferece mas intimamente querem uma ditadura para assim poderem proibir quem lhes faz frente. Este sentimento tem um nome, fascismo.

Já agora uma perguntinha inocente, pode ser?

Quanto é que custa ao país cada PSP e GNR destacado para uma tourada?

É que enquanto estas forças de segurança estão numa tourada, não estão a produzir nada e pior que isso estão a ser impedidos de realizar outras tarefas tais como a prevenção de crimes.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Esta afirmação não passa de uma tentativa desesperada de desviar a atenção de um dos pontos mais quentes para a causa abolicionista: o financiamento público da tauromaquia.
    Eles bem protestam, dizendo que esses dinheiros são usados na agricultura. Mas ao mesmo tempo surgem em blogs e noticiários ganadeiros a indicar quanto recebem de subsídios por cada touro de lide. Existem ainda vários estudos feitos ao nível da União Europeia que provam inequivocamente que existe dinheiro comunitário a ser usado para financiar essa suja actividade.
    Assustados e em pânico, os meninos da prótoiro são obrigados a recorrer a argumentos cada vez mais cobardes e ridículos para tentar ganhar algum espaço de manobra. O cerco aperta-se!

  2. Esta é uma anedota, embora fuleira, na qual está plasmada não só a ignorância destas carcaças humanas, como também o desespero da prótoiro, porque sabe que o ano 2013 será o ano do fim da tortura de Touros e Cavalos, por conseguinte, o fim do reinado dos sádicos.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias