Publicado por: protouro | 22 de Outubro de 2012

A “Prótoiro” Cobra Quotas aos Toureiros e Esta Hein!

Num debate sobre tauromaquia que teve lugar no sábado em Sousel, ´José dos Reis da “prótoiro”, afirmou: “90% dos sites e blogues em Portugal são lixo”.

Sendo que o debate era sobre tauromaquia deduzimos que se referia aos blogues e sites tauromáquicos. Pela primeira vez estamos 90% de acordo, se bem que a verdade seja que 100% deles são lixo tal como o blog da “prótoiro” e a página do facebook.

Mas quando uma comadre diz algo que não agrada à outra, advinha-se a zanga e então é de gritos vê-las à tareia.

Ora, a comadre de um blog tauromáquico não gostou e como tal vem a terreno perguntar o seguinte à “prótoiro”:

“Quanto é a cota da prótoiro que cada toureiro tem que pagar? Sim porque a prótoiro cobra uma cota. Mesmo que muitos aficionados não saibam.”

Para que serve esse dinheiro?”

Zangam-se as comadres…

Nós também gostaríamos de saber, se bem que tenhamos algumas ideias, para que é que serve esse dinheiro. Isto faz-nos lembrar os métodos de uma certa organização que também cobra quotas, segundo eles para protegerem pessoas…

Já o afirmámos e voltamos a repetir, para desmascarar esta escumalha não há como seguir o dinheiro.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Anúncios

Responses

  1. Boa, Prótouro.
    O dinheiro serve para duas coisas: para comprar o que necessitamos para a nossa subsistência e para fabricar estúpidos.

  2. A besta mostra as entranhas. Como se não soubesse já, a causa tauromáquica revolve em torno do dinheiro e mais nada. Gentinha insignificante como a Prótoiro adoram hastear a bandeira da “tradição”, “cultura” ou “honra” mas a verdade é que eles apenas se interessam em ter os bolsos recheados. Para eles, defender a tauromaquia é uma profissão, apenas uma forma simples de conseguir pagar a prestação do BMW no final do mês ou ir duas semanas para Bora Bora no verão.
    Já a causa abolicionista vive apenas da convicção. As pessoas que lutam para acabar com as touradas fazem-no apenas por uma questão de consciência e justiça para com a natureza.
    Creio que esta luta acaba por ser mais um braço de ferro entre duas facetas sociais muito diferentes do que outra coisa qualquer.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias