Publicado por: protouro | 23 de Setembro de 2012

E o Prémio Nobel da Idiotia vai para os Vereadores do PSD da C. M. de Abrantes

Se nos contassem, não acreditaríamos tal a desfaçatez de certas pessoas. Os vereadores eleitos pelo PSD na Câmara Municipal de Abrantes, apresentaram a sua proposta de declaração da tauromaquia como património cultural e imaterial, não do ponto de vista do aficionado mas do ponto de vista da defesa dos direitos dos animais!!!

Leram bem do ponto de vista da defesa dos animais uma vez que o direito à perpetuação da espécie é o direito mais elementar de qualquer ser vivo.

Já lemos muitas e muitas obscenidades provenientes das mentalidades retorcidas dos abusadores de animais, mas esta merece sem dúvida o prémio Nobel da idiotia.

Portanto, os verdadeiros defensores dos direitos dos animais não são aqueles que lutam para que estes tenham o direito a viver sem serem torturados e mortos numa qualquer praça de touros, não, os verdadeiros defensores dos direitos dos animais são afinal os seus algozes.

É preciso ter descaramento.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

10 de Setembro de 2012
REUNIÃO DA CÂMARA DE 10/9/12

EM DEFESA DOS TOIROS
Declaração dos vereadores eleitos pelo PSD

Os vereadores eleitos pelo PSD querem deixar claro que a sua proposta para que a câmara declare a Tauromaquia como Património Cultural e Imaterial de Abrantes não é apresentada do ponto de vista do aficionado mas do ponto de vista da defesa dos direitos dos animais.

O direito à perpetuação da espécie é o direito mais elementar de qualquer ser vivo.

Além disso, não aceitamos que a qualidade de vida do toiro seja sacrificada para satisfazer a sensibilidade hipócrita e os caprichos puritanos e pseudo-moralistas dos fundamentalistas pós-modernos.

Como todos sabemos, a Tauromaquia é o único garante da perpetuação da raça dos toiros e da sua qualidade de vida pelo que cabe aos verdadeiros defensores dos direitos dos animais defendê-la contra os grupos fundamentalistas que, disfarçados de defensores dos direitos dos animais, pretendem, apenas, acabar com os toiros e com a sua qualidade de vida.

Nós até podemos compreender que, num país de gente domesticada, castrada e habituada a viver amarrada à manjedoura do Orçamento de Estado, a vida do toiro, livre, selvagem, inteiro, ofenda a sua sensibilidade e a sua vocação.

É óbvio que a vida curta e triste do boi se identifica muito mais com o modelo de vida desta gente.

Mas os alentejanos e ribatejanos nunca se identificaram com este tipo de gente pelo que têm a obrigação moral de defender intransigentemente aquilo que garante a perpetuação da raça dos toiros e da sua qualidade de vida, independentemente de gostarem ou não de touradas.

Por esta razão, muitas câmaras do Alentejo e do Ribatejo já deliberaram reconhecer a tauromaquia como património cultural imaterial dos seus municípios e as câmaras do Alto Alentejo já deliberaram, por unanimidade, reconhecer a tauromaquia como património cultural imaterial do Alto Alentejo, independentemente de terem ou não praça de touros e tradição tauromáquica.

http://amar-abrantes.blogs.sapo.pt/524153.html

Anúncios

Responses

  1. Estas avaliações estão infestadas de falta de conhecimento e excesso de zelo num seguidismo ignorante… toda a gente tem direito à opinião, mas toda gente também tem o direito e dever de se instruir cabalmente antes de formular opiniões precipitadas e que podem, por isso mesmo, vir a mostrar-se erradas ou incompletas.
    Como adepto da não violência a todos os títulos haverá coisas a melhorar, como é óbvio… e podemos alterar algumas regras, mas tenho tristeza pela existência de fundamentalistas que, no fundo, são o alimento para a incompreensão humana.
    Alguém já visitou um qualquer matadouro ?
    Quem sabe que a maioria das plantas tem ‘neurónios’ ? e outras elementos ainda por descobrir ?
    Alguém sabe que o ADN das moscas é identico ao humano em mais de 90% ?
    Então porque não emigram para Marte e ficam lá ?…

  2. Que pessoas tão pouco inteligentes…Que raio de defesa é esta???
    Dão tiros nos próprios pés…
    Vamos lá garantir que existam pois precisámos deles para torturá-los.

  3. Este é um texto maravilhosamente descabido, escrito por gentinha baixa e inutil, que vê no toiros uma forma de realizar dinheiro!
    Só mesmo criaturas insensíveis como os aficionados é que “se acham” no direito de fazer tais afirmações tão idiotas….

  4. Sinto-me cada vez mais envergonhado de ser alentejano…
    Infelizmente a câmara municipal da minha área de residência anda a tentar uma estratégia semelhante para contornar a já fraca legislação nacional no que toca à proteção dos animais.
    Fazem-no por acreditar erradamente que ao liberalizarem qualquer tipo de touradas irão aumentar a afluência turística e com isso garantir algum financiamento extra.
    A culpa desta situação é obviamente do lobby tauromáquico, e em particular daquela associação venenosa e corrosiva da prótoiro, que enchem as cabeças dos autarcas e da população com ideias completamente descabidas e imbecis.
    Qualquer pessoa com dois dedos de testa consegue perceber que nos dias de hoje as touradas são o maior repelente turístico que temos. Este tipo de ações irão apenas relegar as autarquias ao esquecimento e à ignorância.
    Os autarcas alentejanos e ribatejanos estão a cavar a sepultura das suas autarquias e não o sabem!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias